5 olhares sobre o PCMAT

5-olhares-sobre-o-pcmat-1

Um documento que todo mundo precisa saber elaborar ou pelo menos avaliar é o Programa de Condições e Meio Ambiente do Trabalho na Indústria da Construção, o famoso PCMAT. Pois mesmo se não trabalharmos em uma construtora, em algum momento, é bem possível haver contato com uma obra na nossa empresa. Neste post apresentaremos 5 itens que irão abrir seus olhos para uma futura elaboração ou mesmo avaliação de um PCMAT.

  1. OLHANDO A ESPECIFICAÇÃO DOS EPC’S: O principal motivo para que o PCMAT não seja um documento que possa ser elaborado de forma tão ampla quanto o PPRA está relacionado à necessidade de apresentar as especificações técnicas das diversas proteções coletivas adotadas, ou seja, não basta dizer que é obrigatória a instalação de uma bandeja de proteção é preciso um verdadeiro projeto que a dimensione, porém nem todo profissional terá esta atribuição, sem falar no conhecimento. No entanto, nosso primeiro olhar será justamente para verificar se o PCMAT apresenta o projeto de cada proteção a ser implantada, além da qualificação do profissional que o assinou.
  2. FOCANDO NO CRONOGRAMA X RISCOS: Outro item que não pode sair do nosso foco é a relação entre o cronograma da obra e os diversos riscos relacionados a cada etapa executiva. Durante o andamento de uma obra, a cada dia que passa teremos novos riscos e é preciso avaliar se na elaboração deste programa os principais riscos foram identificados e posteriormente monitorar se os controles para eliminação ou minimização destes riscos estão sendo realmente implantados.
  3. VENDO AS DIFERENÇAS ENTRE O PAPEL E A REALIDADE: O PPRA, que é um programa mais conhecido, já deveria ser visto como um documento de maior flexibilidade e principalmente de contínua revisão, pois, em boa parte das empresas, não dá para esperar um ano para começar a fazer os devidos ajustes. Agora imagine no caso de um PCMAT que em função das características da Construção Civil tem diversas mudanças. Ou seja, é preciso acompanhar o cronograma, mas precisamos aceitar e mesmo estimular a sua atualização periódica.
  4. ENXERGANDO OS MELHORES TREINAMENTOS: Se quem elaborou o documento estudou os riscos de cada etapa da obra, sua visão ficou mais ampla e não vai ser tão difícil definir quais treinamentos precisam ser priorizados. Mas é lógico que esta programação precisa considerar um prazo suficiente para que o trabalhador seja treinado antes de estar exposto aos diversos riscos de cada etapa da obra.
  5. OBSERVANDO O PLANEJAMENTO: Boa parte dos acidentes ocorrem por se querer ganhar tempo devido a atrasos, principalmente por falta de planejamento. Porém em uma obra, em função de haver uma sequência construtiva, os atrasos podem ter um grande impacto. Por exemplo, não tem como a equipe de cobertura iniciar seu serviço se a estrutura ainda não está pronta. Ou seja, quando determinada etapa atrasa nem sempre será tão fácil acelerar mesmo enchendo a construção de operários. Por isso, não podemos ficar parados apenas contemplando o atraso, precisamos acompanhar o cronograma do PCMAT em conjunto com o cronograma executivo e tentar ajudar a mantê-lo atualizado. É preciso ter em mente que cada dia de atraso tornará sua obra mais perigosa.

Ou seja, no final das contas é sempre a mesma história, independente da atividade ser exercida no comércio, nas indústrias de transformação ou na construção civil o que irá nos manter enxergando a Saúde e a Segurança dos nossos Trabalhadores não é o corre corre do dia a dia, mas sim a visão de longo alcance do gestor. 

Gostou do post? Então temos certeza de que vai gostar deste também: “Como convencer a empresa a investir em Segurança do Trabalho”. Clique aqui e leia agora!

Comente abaixo para que possamos conversar mais sobre o tema, isso será importante para o nosso Mercado de trabalho!

Até breve!
Prof. Msc Mário Sobral Jr

cta_blog_zanel_ebook_guia

Posts Relacionados

raspa-protege-contra-radiacao-ultravioleta

A proteção contra radiação ultravioleta é uma preocupação constante na segurança do trabalho, em especial...

saude-mental-no-trabalho

Integrar a saúde mental no ambiente de trabalho tem se mostrado crucial para promover o...

abril-verde

Em 2022, foram notificados 612,9 mil acidentes de trabalho no Brasil, dentre eles 148,8 mil...

Comentários

2 respostas

  1. quando todos tiverem entendido a importância dos epis e a sua função pra viver melhor.quero sempre que possível receber informações nova. sobre o epis.

    1. Lazaro Antonio, bom dia!
      Muito obrigado por contribuir com seu comentário!
      Fique ligado, porque toda a semana tem conteúdo de qualidade e imprescindível para o Mercado de EPIs.
      Até breve!
      Abs,

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *