Proteção das mãos: os 10 principais perigos para a sua mão

protecao-das-maos

As luvas de segurança ajudam a manter seguras as mãos dos trabalhadores, mas nunca devem ser usadas sozinhas. Por isso, aqui discorremos sobre outras medidas para proteger as mãos dos usuários durante o trabalho.

Por estarem envolvidas em quase todas as atividades, as mãos correm alto risco de lesões. Algumas tarefas, no entanto, colocam nossas mãos em maior risco do que outras.

Neste blogpost vamos discorrer sobre os 10 maiores riscos para as mãos dos trabalhadores e como mantê-las seguras.

1 – Pontos de esmagamento

Os pontos de esmagamento são basicamente armadilhas para as mãos. Eles se referem a qualquer situação em que a mão ou dedo possam ficar presos entre dois objetos ou duas partes de um único objeto.

Prestar atenção aos pontos de esmagamento e estar ciente deles pode ajudar a prevenir esses tipos de lesões. É preciso conscientizar o trabalhador sobre o posicionamento de sua mão ao trabalhar em qualquer tipo de equipamento ou maquinário.

Alguns dos pontos a seguir podem parecer muito óbvios, mas quando o trabalhador para de prestar atenção em suas tarefas, pode acontecer acidentes e, por isso, os TSTs precisam estarem sempre alertas sobre:

  • Prestar atenção ao alcançar algo para obter material para a tarefa. O material pode se deslocar e prender a mão ou dedos. Por isso, a luva de segurança deve estar corretamente calçada antes de estender a mão para pegar qualquer objeto de uma pilha.
  • Qualquer tipo de equipamento pode se deslocar ao ser conectado ou algum acessório pode não travar no lugar. Por isso, usar ferramentas para manter as mãos longe dos pontos de esmagamento é fundamental.
  • Ao amarrar qualquer objeto, é preciso certificar-se de que as mãos estão livres antes de apertar. Use luvas de couro como Luva de Raspa ou Luva de Vaqueta apropriadas e devidamente ajustadas.

2 – Objetos pontiagudos

As ferramentas de corte são usadas regularmente em quase todas as linhas de trabalho. As ferramentas manuais com lâminas variam de facas de cozinha e tesouras de escritório etc. Por isso, escolha para a sua equipe:

  • A ferramenta certa para o trabalho e certifique-se de que ela tenha o tamanho certo. Uma ferramenta muito pequena requer muita força para operar.
  • É preciso usar as ferramentas para os fins aos quais foram projetadas. Usar uma tesoura para abrir uma lata de tinta, por exemplo, é uma boa maneira de se cortar.
  • As ferramentas de corte devem ser afiadas. Ferramentas cegas resultam em acidentes devido à força necessária para cortar com elas. A manutenção das ferramentas deve atender às instruções do fabricante.
  • Armazene as ferramentas de corte corretamente. As lâminas devem ser protegidas contra danos. Armazene ferramentas afiadas separadamente de outras, em racks, bandejas de gaveta divididas etc.
  • Use o EPI certo. Ao usar ferramentas de corte, use luvas, roupas de proteção, como o Blusão de Raspa, calçados de segurança e demais EPIs necessários para uma perfeita segurança.

3 – Escorregões, tropeções e quedas

Você já caiu e esticou os braços para se proteger ao cair? Fazemos isso instintivamente, e isso coloca nossas mãos e braços em risco de quebrar.

Quando você está prestes a andar em uma superfície que suspeita ser perigosa, é necessário abordar essas áreas de maneira um pouco diferente.

O serviço de limpeza também é muito importante. Sempre mantenha a área livre de detritos que não precisam estar lá e certifique-se de que haja caminhos desobstruídos para se locomover dentro da área de trabalho para que não haja chance de tropeçar e cair.

4 – Riscos de estresse repetitivo

Certas tarefas podem resultar em lesões por esforços repetitivos. Esses ferimentos também estão relacionados à operação de equipamentos pesados e carpintaria.

Lesões por estresse repetitivo podem não ser aparentes no início, mas podem se tornar incapacitantes com o tempo. A síndrome do túnel do carpo, por exemplo, é causada por movimentos repetidos da mão e do punho. Os sintomas progridem de um leve desconforto a uma dor intensa e causa incapacidade de usar as mãos. Frequentemente, eles só são perceptíveis quando o acordam durante a noite, mas podem progredir até o ponto em que você não pode mais continuar com seu trabalho.

5 – Riscos de linha de fogo

Os acidentes com as mãos podem ser menores, como bater no polegar com um martelo, ou podem ser terríveis, como ser preso e esmagado em um par de rolos ou cortado por uma lâmina giratória.

Uma linha de fogo ocorre quando uma parte do seu corpo está no caminho de um objeto que pode se mover e possivelmente entrar em contato com ele. Pode ser um objeto em movimento, como uma porta e moldura de porta ou uma serra circular em movimento próximo a uma superfície sólida. Você pode perder a mão se estiver na linha de fogo com uma corrente giratória e uma roda dentada.

Podem parecer eventos raros, mas não são. Certifique-se de identificar e proteger contra os riscos de linha de fogo em seu local de trabalho e tarefas de trabalho. E certifique-se de não criar nenhum – certifique-se de que os pés e as mãos de todos os outros estejam fora do caminho quando você depositar uma carga.

Máquinas pesadas e móveis apresentam riscos de incêndio muito mais graves. Respeite as zonas de perigo e mantenha uma distância saudável dos equipamentos.

6 – Riscos de equipamentos defeituosos

Ferramentas e equipamentos defeituosos podem causar ferimentos graves e dolorosos. Se uma ferramenta apresentar algum defeito, não a use.

  • Nunca use uma ferramenta com defeito.
  • Verifique todas as ferramentas antes de usar.
  • As ferramentas com defeito devem ser marcadas como fora de serviço e os reparos devem ser feitos por pessoal competente.

7 – Fique atento a problemas como:

  • Protetores da máquina quebrados ou inoperantes.
  • Aterramento insuficiente ou impróprio devido a danos em ferramentas com isolamento duplo.
  • Sem fio terra.
  • O interruptor de alimentação não está em boas condições.
  • A lâmina da ferramenta está rachada.

Riscos de equipamentos rotativos / móveis

As máquinas no local de trabalho operam com potência e velocidade suficientes para mover, cortar, prensar, perfurar ou fatiar materiais pesados e resistentes, como plástico, madeira ou metal.

As peças rotativas da máquina podem se prender e esmagar em um instante. Por esse motivo, você nunca deve trabalhar perto deles com roupas largas, joias penduradas ou cabelos compridos desenfreados.

Os anéis também podem ficar presos em equipamentos rotativos.

8 – Frio extremo

O frio extremo é perigoso para quem tem que trabalhar ao ar livre ou em locais de trabalho com isolamento insuficiente. O que constitui estresse pelo frio e seus efeitos podem variar em diferentes áreas do mundo.

Os dedos e as mãos expostos ao frio podem ser afetados pelo congelamento. A congelação resulta na perda de sensibilidade ou cor na área afetada e pode danificar permanentemente os tecidos do corpo. Em casos graves, a amputação é necessária.

9 – Riscos químicos, elétricos e de pressão

Os trabalhadores podem ser expostos a riscos químicos, riscos biológicos e substâncias prejudiciais devido a explosões abrasivas, limpeza de ferramentas manuais e outros equipamentos e aplicação de revestimento, proteção contra fogo ou isolamento.

Ao lidar com essas substâncias, consulte sempre a ficha de dados de segurança para obter os requisitos de segurança.

Dependendo do perigo, luvas resistentes a produtos químicos ou elétricos podem ser necessárias para proteger as mãos. A realização de uma avaliação de risco revelará o que seus funcionários precisam para manter as mãos seguras.

10 – Desatenção

Ao trabalhar na mesma tarefa dia após dia, pode ser fácil parar de prestar atenção total. Às vezes, o trabalhador foca em terminar a tarefa e se esquece de prestar atenção a cada pequeno passo que dá para chegar a esse objetivo. Nesses casos, é possível cometer erros ou não perceber o que parece ser um perigo óbvio.

Pode ser difícil manter o foco por todo um turno de trabalho. Se você, Técnico de Segurança do Trabalho, notar que a equipe se encontra nesta situação, peça para o colaborador tirar uma pequena pausa. Às vezes, isto é necessário para se sintonizar com os perigos ao redor.

Conte conosco para instruir sua Revenda ou Empresa sobre as luvas mais apropriadas para cada tipo de trabalho.

Se gostou deste conteúdo aproveite para compartilhar com os seus contatos e dissemine informação que pode precavê-los contra acidentes.

Um grande abraço e até a próxima,
Fernando Zanelli

cta_recompensa_blog_zanel infografico_final

 

Posts Relacionados

raspa-protege-contra-radiacao-ultravioleta

A proteção contra radiação ultravioleta é uma preocupação constante na segurança do trabalho, em especial...

saude-mental-no-trabalho

Integrar a saúde mental no ambiente de trabalho tem se mostrado crucial para promover o...

abril-verde

Em 2022, foram notificados 612,9 mil acidentes de trabalho no Brasil, dentre eles 148,8 mil...

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *