4 motivos para investir em Segurança e Saúde no Trabalho

4-motivos-para-investir-em-seguranca-e-saude-no-trabalho

As medidas de Segurança e Saúde no Trabalho são majoritariamente adotadas para prevenir e minimizar acidentes de trabalho, além das doenças ocupacionais, protegendo a integridade e a capacidade de trabalho dos funcionários.

Todos os dias, temos notícias alarmantes relacionadas a acidentes ocasionados no ambiente laboral. Em relatório divulgado pela Organização Internacional do Trabalho (OIT), a cada 5 minutos, cerca de 3 mil trabalhadores se acidentam em todo o mundo. Pior, 20 deles acabam falecendo.

Então, que tal conferir 4 bons motivos para investir no setor da Segurança e Saúde no Trabalho?

1 – Evita gastos desnecessários

Para as empresas, investir em Segurança do Trabalho é, nada mais, que um gasto necessário, o qual reflete diretamente no bolso do empregador e trabalhador.

Investir nessa área, previamente, evita que sua empresa tenha gastos como: transporte do funcionário acidentado, afastamentos causados por doenças ocupacionais, contratação de mão de obra temporária ou permanente, prejuízos materiais, além de indenizações e ações na justiça trabalhista civil.

Desta forma, basta adotar algumas medidas que ajudem o colaborador a realizar o seu trabalho de forma mais organizada, aumentando a produção e confiança do funcionário, além de proporcionar um ambiente de trabalho mais seguro.

Também é preciso ficar atento durante a fiscalização da segurança da sua equipe. Conte, por exemplo, com quadros informativos sobre a especialização de cada funcionário ou incentive a formação de uma comissão interna dos colaboradores como forma de prevenir acidentes e doenças decorrentes de suas atividades laborais.

É importante ressaltar também que as condições de Saúde e Segurança do Trabalho são definidas por Normas Regulamentadoras e leis que impõem a organização das empresas, no qual cada setor profissional possui as suas próprias diretrizes.

2 – Mantém a produtividade

Segurança e saúde no trabalho garantem uma atmosfera profissional de qualidade, mais segura e mais saudável para todos. É a partir da junção das duas que a empresa garante benefícios essenciais para o andamento de suas atividades, como a redução de riscos de acidentes e doenças ocupacionais, promovendo um ambiente de trabalho adequado e qualidade de vida para os colaboradores, além de garantir a sua produtividade.

Esses benefícios só podem ser alcançados seguindo as Normas Regulamentadoras previstas na Consolidação das Leis de Trabalho (CLT). Atualmente, existem 36 NRs aprovadas na legislação, 5 delas focadas em SST.

O não cumprimento das normas pelo empregador acarreta em consequências negativas como o pagamento de multas e processos judiciais, podendo causar até a paralisação das atividades realizadas. O empregador é totalmente responsável pela adoção de medidas de manutenção da segurança e preservação da saúde de seus funcionários, é preciso também investir na comunicação entre equipes.

3 – O mercado para Engenheiros de SST cresce em todo o mundo

A engenharia se relaciona com Saúde e Segurança do Trabalho na atuação da gestão em médias e grandes empresas de diversos setores com o objetivo reduzir as possíveis perdas e danos. Além disso, a responsabilidade dos engenheiros de SST ultrapassa a necessidade de minimizar o número de acidentes.

Cabe a esse profissional administrar e fiscalizar a segurança no meio industrial, organizar programas de prevenção de acidentes, elaborar planos de prevenção de riscos ambientais, fazer inspeções e emitir laudos técnicos, bem como orientar a Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA) das companhias.

Com a implantação do eSocial, por exemplo, a falta de profissionais habilitados exercendo essas funções pode prejudicar o funcionamento das empresas que serão fiscalizadas ainda mais de perto. Com isso, o cenário para esses profissionais só tende a melhorar.

4 – É um mercado em expansão para as Revendas de EPIs

A Saúde e Segurança do Trabalho ganha mais espaço no mercado à medida que as empresas percebem a importância de prevenir acidentes e incidentes. O uso de EPIs é de extrema importância para garantir a saúde e a proteção do trabalhador, evitando consequências negativas em casos de acidentes de trabalho.

É o caso do Avental de Raspa ou o Avental de Raspa para Soldador, por exemplo, cujo uso pode proteger de queimaduras provocadas por agentes térmicos.

Para que uma empresa possa conhecer todos os Equipamentos de Proteção Individual que devem ser fornecidos aos seus funcionários, é necessário elaborar um estudo dos riscos ocupacionais para facilitar a identificação dos perigosos dentro de uma planta industrial, antecedendo os riscos.

Por isso, nesse novo cenário, os revendedores com conhecimento técnico terão muito mais chances de convencer a empresa em investir em segurança do trabalho, ampliando os seus negócios.

Agora, conta para a gente, você também acha que o momento atual é propício para investir na profissionalmente ou até mesmo empreender no ramo de Segurança e Saúde no Trabalho?

Até mais!
Fernando Zanelli

cta_blog_zanel_guia_produtos_

Posts Relacionados

raspa-protege-contra-radiacao-ultravioleta

A proteção contra radiação ultravioleta é uma preocupação constante na segurança do trabalho, em especial...

saude-mental-no-trabalho

Integrar a saúde mental no ambiente de trabalho tem se mostrado crucial para promover o...

abril-verde

Em 2022, foram notificados 612,9 mil acidentes de trabalho no Brasil, dentre eles 148,8 mil...

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *