Saiba o que um Técnico em Segurança nunca deve fazer!

saiba-o-que-um-tecnico-em-segurança-nunca-deve-fazer-1

Mesmo despercebido, fazemos ou já fizemos coisas que não deveríamos, coisas que não são boas para nossa situação profissional, pessoal ou a situação da eficácia de nosso trabalho. Continue lendo e entenda o que você nunca deve fazer.

Fazer uma análise de risco às pressas

Obviamente não se deve fazer uma análise de riscos às pressas, pois cada detalhe é de altíssima importância e pode até mudar a estratégia de prevenção que será planejada.

A preguiça e a desmotivação também causam a falta de atenção a detalhes importantes, então, na hora de uma análise procure ter calma e atenção, um leve erro pode causar danos graves.

DDS sem esforço

Um DDS sem esforço leva a desatenção dos funcionários e os mesmos passam a desvalorizar o seu trabalho por, de fato, não existir esforço.

[mk_blockquote style=”line-style” text_size=”16″ align=”left” width=”1/1″ el_position=”first last”] Eu também escrevi no meu blog 10 dicas para fazer um DDS de qualidade e eficaz, acredito que esse artigo abrirá sua mente em relação ao diálogo diário de segurança.[/mk_blockquote][vc_column_text disable_pattern=”true” align=”left” margin_bottom=”0″ p_margin_bottom=”20″ width=”1/1″ el_position=”first last”]

Dê atenção para o DDS, ele é uma das chaves para o sucesso do seu trabalho.

Relaxar no trabalho

Ser Técnico em Segurança do Trabalho quer dizer criar um grande laço de comprometimento e determinação, pelo menos é assim que vejo, é um trabalho de esforço contínuo, no momento em que você relaxa algo de risco pode estar acontecendo ou você poderia estar evitando algum acidente no momento, é claro que você não é onipresente, mas o seu esforço muda vidas.

Além de sujar sua imagem para os demais, que isso é horrível para sua carreira e repito, segurança do trabalho é um trabalho de esforço contínuo.

Andar sem as normas regulamentadoras atualizadas

A não ser que você tenha toda a norma decorada, que com certeza não tem, nunca se esqueça de ter as normas atualizadas, é simples, você pode ir ao site do Ministério do Trabalho e baixar todas às normas atualizadas, além de poder passar os arquivos para seu celular ou tablet e andar para onde quiser com todas as normas no bolso.

Não colocar o estagiário para trabalhar e de fato aprender

Um simples detalhe que muitos Técnicos em Segurança do Trabalho deixam passar, é não ensinar o estagiário e o fazer praticar, se der um bom treinamento a um bom estagiário, em pouco tempo ele já estará efetivamente ajudando. Eu tive a oportunidade de aprender com uma Técnica e em pouco tempo eu já estava ajudando-a diretamente nas decisões da Segurança do Trabalho na empresa.

Deixar a humildade

Jamais deixe de ser humilde, a humildade afeta diretamente na eficácia dos seus treinamentos, palestras e DDS. Se os funcionários observarem que você não é humilde, eles passam a ter uma imagem negativa sua, atrapalhando assim na eficácia da orientação que você precisa transferir a eles.

Parar de buscar

Chega certo ponto que tudo se torna monótono e posteriormente acaba minando sua motivação, para evitar isso, busque coisas diferentes. Eu passei por isso e algo que me animou muito foi o meu primeiro curso de NR 35 que me deu uma nova visão, um novo objetivo.

Não se especializar

Também é algo que pode te desmotivar, como eu disse anteriormente, algo que me ajudou foi meu primeiro curso de NR 35 que além de me motivar me despertou para sempre querer mais do assunto, tempos depois me tornei supervisor de trabalho em altura e passei a dar treinamentos de NR 35.

Especializações como NR 33, NR 35 ou brigada de incêndio ajudam muito na sua carreira, importante alertar de que muitas empresas já possui isso como pré-requisito.

Acumular trabalho

Uma das piores coisas é deixar acumular trabalho como inspeções, check-lists, análises de campo etc. Além de bagunçar sua organização, atrapalha em outras atividades. Faça um cronograma e procure fazer tudo o mais rápido possível, não deixe para o outro dia.

Cobrir as falhas da empresa

O pior erro é cobrir as falhas da empresa, se existir fiscalização não as esconda, claro que você não precisa evidenciá-las, mas não procure meios para colocar “debaixo do tapete”, isso é omissão e pode te prejudicar muito.

Se resguarde de tudo, mande e-mail para toda a empresa com foto explicando o erro exposto e qual a solução, arquive esse e-mail em PDF no seu computador pessoal.

Querer ser o dono de tudo

A maioria dos casos são recém-formados, que foram mal instruídos em sua instituição com professores dizendo que eles são quem manda, que ninguém passa por cima deles e assim vai.

Toda empresa tem uma hierarquia, respeite-a.

Não trabalhar diretamente no campo

Ficar na sala administrativa ou técnica na maior parte do tempo é um erro, em muitos casos isso resulta em o Técnico em Segurança do Trabalho fazer trabalhos administrativos que não são de sua responsabilidade. Cuidado com isso!

Ficar em uma empresa que não investe em segurança

Se a empresa não investe em segurança, saia! É uma responsabilidade que você não deve deixar em suas mãos, uma empresa que não investe em segurança tem um aumento enorme em riscos de acidentes.

 

Gostou do meu artigo? Então deixe um comentário, uma consideração, isso será importante para o nosso Mercado de EPIs!

Aguardo você. Até breve!
Ítalo Bessa

cta_blog_zanel_ebook_guia

Posts Relacionados

prejuizo-por-nao-usar-epi

O não uso de EPIs (equipamentos de proteção individual) pode causar prejuízos e tornar uma...

raspa-protege-contra-radiacao-ultravioleta

A proteção contra radiação ultravioleta é uma preocupação constante na segurança do trabalho, em especial...

saude-mental-no-trabalho

Integrar a saúde mental no ambiente de trabalho tem se mostrado crucial para promover o...

Comentários

12 respostas

  1. Muito bom espero ter mais dicas pois acabei de me formar e qualquer hora posso começar a trabalhar na área

  2. Ola Ítalo Melo, boa noite, muito proveitoso esse seu artigo, com certeza ira ajudar a muitos Tec de Segurança no Trabalho, Parabens

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *