EPIs: A importância para os trabalhadores

EPIs A importância dos EPIs para os trabalhadores

Sem eles, os trabalhadores ficam desprotegidos e correm riscos.

Nós sabemos o quão difícil é para uma empresa se preocupar o tempo todo em proteger e oferecer às ferramentas necessárias para um funcionário trabalhar sem colocar sua vida e saúde em risco. O uso de Uniformes Profissionais e de EPIs adequados para que ele permaneça seguro e para que não se acidente é fundamental e precisa ser levado a sério.

Por isso, as Revendas e Distribuidoras de EPIs precisam alertar seus clientes sobre a importância de adquirir EPIs de qualidade. Luva de Raspa Premium, Cremes de Barreira ou Capacetes de Proteção estão disponíveis no mercado com novas tecnologias e evitam acidentes graves. Como sempre, dentro da área de segurança do trabalho, o que importa é a prevenção e a total proteção do trabalhador.

De acordo com as regras da NR 6 (Norma Regulamentadora 6), equipamentos de segurança devem ser oferecidos quando não existir bastante proteção, quando ações de proteções coletivas acontecerem e no amparo de situações de emergência. Caso essas normas não sejam cumpridas e os trabalhadores não usarem os EPIs necessários, a empresa pode receber multas graves.

Problemas de desconforto, na falta de flexibilidade corporal e no uso de equipamentos inadequados e mal conservados devem ser evitados. É de extrema importância que problemas causados por uma compra e seleção inadequada de produtos não aconteça para garantir uma maior eficácia de todo o equipamento e vestuário. Abaixo, listamos alguns dos principais EPIs que empresas devem ter em seus estoques:

  • Proteção aos olhos: máscaras para poeira e para produtos químicos, óculos de proteção, protetores e viseiras.
  • Proteção aos ouvidos: protetores auditivos do tipo “plug” ou de concha e aquecedores de orelha.
  • Proteção para as mãos: luvas de raspa e de látex e cremes de barreira.
  • Proteção para os pés: sapatos e botinas de segurança.
  • Proteção para a cabeça: capacetes de segurança, bonés, capas e chapéus.
  • Proteção para a pele: chapéus, cremes para queimadura solar e roupas de mangas compridas.
  • Proteção para o corpo: cintos de segurança.

Todos os equipamentos citados também são direcionados para tarefas específicas. Roupas descartáveis são necessárias ​​ao se trabalhar com produtos químicos e para evitar riscos de radiação. Mais exemplos incluem: avental de chumbo para proteção de raio-x, mangas de proteção, aventais, macacões, jaquetas de couro, calças e polainas para a soldagem e vestuário de proteção térmica para trabalhos perto de fornos e de salas frias.

Colaboradores precisam ser responsáveis com o próprio equipamento

Todos os trabalhadores devem cuidar de maneira adequada de seus Uniformes Profissionais e EPIs. É preciso contratar um time ou um profissional capacitado para treinar supervisores e colaboradores. Eles ensinarão como utilizar os tipos mais adequados de EPIs e a importância de cada um deles, incluindo como selecioná-los, ajustá-los e limpá-los.

Principais cuidados que devem ser tomados com os produtos

  • Usar somente no ambiente de trabalho e em suas funções específicas.
  • Guardar e conservar.
  • Avisar aos supervisores caso qualquer Uniforme Profissional ou equipamento não seja mais útil.
  • Informar que a equipe deve usar o equipamento e o vestuário adequados para cada tipo de trabalhador.
  • Oferecer treinamentos sobre o uso certo de cada produto e Uniforme Profissional.
  • Certificar-se de que a utilização de todos os produtos e itens de segurança obrigatórios seja feita.
  • Substituir o EPI e/ou Uniforme Profissional quando eles se danificarem ou se perderem.

Com todas essas dicas e precauções, a empresa estará sempre na frente em termos de modernidade e passará muita credibilidade e confiança não só aos colaboradores, mas também aos clientes! Eles se sentirão seguros em trabalhar com ela e, além disso, ela conquistará novos clientes e parceiros!

Se você gostou desse post, confira também: “EPIs: Pontos de vista sobre a importância do uso”.

Se tiver dúvidas e sugestões, não hesite em entrar em contato conosco ou deixe seu comentário abaixo! Responderemos rapidamente!

Até breve!

cta_blog_zanel_ebook_manual_vendas_alta_performance

Posts Relacionados

epis-de-raspa-e-vaqueta-na-revenda

Quando se trata de garantir a segurança no ambiente de trabalho, especialmente em setores como...

luva-de-cobertura-o-que-e-e-como-deve-ser-utilizada-2

[Nota de atualização: Conteúdo revisado e atualizado em 2024, de acordo com as diretrizes atuais...

luva-de-raspa-zanel

[Nota de atualização: Conteúdo revisado e atualizado em 2024, de acordo com as diretrizes atuais...

Comentários

8 respostas

  1. Muito bom esta materia,realmente algumas empresas não fornecem os EPIS,porem alguns funcionarios por falta de consciencia e responsabilidade tem os EPIS e não usam.
    Parabens ao responsavel pela materia.

    1. Caro Roberto Gomes de Araujo, muito obrigado por sua contribuição!
      Fique conosco e sempre que puder, compartilhe sua opinião conosco e com os nossos leitores!
      Um grande abraço!
      Abs,

  2. Muito bom sou recém formada como TST e ficou muito claro a proposta e a importância da proteção e prevenção parabéns!!

    1. Daniela, muito obrigado por seu feedback. Estamos trabalhando para entregar conteúdo relevante e diferenciado para os nossos leitores!
      Não deixe de conferir nossas matérias, ok?
      Um grande abraço!

  3. Oi estou fazendo um projeto sobre epis,eu gostaria de saber em quais situações deverão ser ofertados epis para o colaborador?

    1. Olá Marcela, boa tarde!
      Respondendo sua pergunta:
      “A obrigação da empresa é eliminar o máximo possível de riscos do ambiente de trabalho, mas muitas vezes, essa tarefa é impossível. Quando isso acontece, o uso do EPI torna-se obrigatório.”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *